segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Formação de palavras

Nesta parte do nosso Blog, estamos apresentando listas  de prefixos e sufixos em inglês, que são muitos usados na formação de palavras. Este tipo de formação nos facilita muito, pois complementam, muitas vezes, palavras da língua inglesa que já conhecemos, facilitando assim nossa compreensão.

WORD FORMATION (Prefix and Suffix)

Formação das Palavras (Prefixos e Sufixos)
A morfologia ocupa um lugar importante no inglês técnico e científico. Muitas palavras são formadas pelo acréscimo de uma partícula antes (prefix) ou depois (suffix) de sua raiz (root).
Formação de palavras por sufixação e prefixação (Palavras Cognatas)
Formação de palavras por sufixação
I – Sufixos formadores de substantivos

1. Os sufixos mais comuns que formam substantivos de verbos são –er, -or e – ar, que significam “a pessoa ou a coisa que faz” ou que esta relacionada com”.
Ex.:
- programmer (programador) – do verbo “to program”
- navigator (navegador) – do verbo “to navigate”
- liar (mentiroso) – do verbo “to lie”
- beggar (mendigo, pedinte) – do verbo “to be”
- worker (trabalhador) – do verbo “to work”
- reader (leitor) – do verbo “to read”
- actor (ator) – do verbo “to act”
- conductor (condutor) – do verbo “to conduct”
2. Os sufixos –ist e –i(na) também são usados para indicar “a pessoa que faz”, por associação a certas coisas lugares.
2.1 O sufixo –ist indica uma pessoa que estuda ou se aplica a.
Ex.:
- scientist (cientista) – que vem de science
- geologist (geólogo) – que vem de geology
- biologist (biólogo) – que vem de biology
- archeologist (arqueólogo) – que vem de archeology
- analist (analista) – is a person who analyzes
- economist (economista) – is a person who applies the study of economics

2.2 O sufixo –(i)an indica uma pessoa que estuda e se aplica a:
Ex.:
- Uma pessoa que estuda “mathematics” é um “mathematician” (matemático)
- Uma pessoa que estuda “statistics” é um statistician
- Uma pessoa que estuda “politics” é um politician
- Uma pessoa que estuda “musics” é um musician
3. O sufixo –ion (-ation, -ition) forma substantivos de verbos, significando “o processo” ou o “resultado de”.
Ex.:
Action – do verbo “to act”
Application – do verbo “to apply”
Addition – do verbo “to add”
Construction – do verbo “to construct”
Relation – do verbo “to relate”
Selection – do verbo “to select”
Computation – do verbo “to compute”
Observation – do verbo “to observe”
Specialization – do verbo “to specialize”
Definition – do verbo “to define”
Recognizition – do verbo “to recognize”
Transmition – do verbo “to transmit”

NOTE:
As palavras terminadas pela vogal (no caso em questão) “e”, que devem ser retiradas quando o sufixo é acrescentado.
4. As terminações –ment, -ance e –ence também são acrescentadas a verbos para formar substantivos que significam “a ação de” ou o “resultado da ação de”.
Ex.:
Development (desenvolvimento) – do verbo “to develop”
Performance (desempenho) – do verbo ” to perform“
Residence (residência) – do verbo ” to reside“
Arrangement – do verbo “to arrange”
Commitment – do verbo “to commit”
Improvement – do verbo “to improve”
Assistance – do verbo “to assit”
Attendance – do verbo “to attend”
Resistance – do verbo “to resist”

5. Os sufixos –al e –age são igualmente usados para formar substantivos derivados de
verbos com o significado de “o ato de” ou “o resultado do ato de”.
Ex.:
Approval – do verbo “to approve”
Refusal – do verbo “to refuse”
Arrival – do verbo “to arrive”
Marriage – do verbo “to marry”
Passage – do verbo “to pass”
Postage – do verbo “to post”

6. Os sufixos –hood, -ship, -dom e –ery formam substantivos com o significado de “status, domínio, condição”.
Ex.:
Brotherhood (irmandade) – do substantivo “brother”
Friendship (amizade) – do substantivo “friend”
Kingdom (reino) – do substantivo “king”
Childhood – do substantivo “child”
Leadership – do substantivo “leader”
Relationship – do substantivo “relation”
Freedom – do substantivo “free”
Martyrdom – do substantivo “martyr”
Refinery – do substantivo “refine”
Nursery – do substantivo “nurse”

7. O sufixo –ing forma substantivos e significa “resultado de atividade” ou “atividade”
Ex.:
Tubing (canalização) – do verbo “to tube”
Learning (aprendizado, erudição) – do verbo “to learn”
Happening (acontecimento) – do verbo “to happen”

8. O sufixo –ful forma substantivos com o significado de “a quantidade contida em”.
Ex.:
mouthful (bocado) – do substantivo “mouth”
spoonful (colherada) – do substantivo “spoon”

9. Os sufixos –ness e –ity formam substantivos abstratos de adjetivos.
Ex.:
Greatness (grandeza) – do adjetivo “great”
Usefulness (utilidade) – do adjetivo “useful”
Actvity (atividade) – do adjetivo “active”
Clearness – do adjetivo “clear”
Complexity – do adjetivo “complex”
Telativity – do adjetivo “relative”
Responsibility – do adjetivo “responsable”

II – Sufixos formadores de adjetivos

1. O sufixo –ful forma adjetivos de substantivos, significando “cheio de” ou “que tem”.
Ex.:
Faithful (fiel) – do substantivo “faith”
Useful (útil) – do substantivo “use”

2. O sufixo –less é freqüentemente usado com o sentido de “falta de”, “ausência de”, e pode vir ligado a substantivos para formar adjetivos.
Ex.:
Powerless (fraco) – do substantivo “power”
Useless (inútil) – do substantivo “use”
Faithless (infiel) – do substantivo “faith”

3. O sufixo –able (-ible) é acrescentado a verbos ou substantivos para formar adjetivos, significando “que pode ser”.
Ex.:
Avoidable – que pode ser evitado (do verbo “to avoid”)
Considerable – que pode ser considerado (do verbo “to consider”)
Accessible
Contemptible

NOTE:
A forma –ible já está incorporada a algumas palavras em inglês, como em possible, visible, legible.

4. Os sufixos –y e –ly geralmente são acrescentados a substantivos para formar adjetivos, significando “que tem a qualidade” ou “que tem a aparência de “.
Ex.:
Greasy (gorduroso) – do substantivo “grease”
Salty (salgado) – do substantivo “salt”
Weekly (semanal) – do substantivo “week”
Mistly – do substantivo “mist”
Oily – do substantivo “oil”
Sunny – do substantivo “sun”
Daily – do substantivo “day”
Friendly – do substantivo “friend”

NOTE:
O sufixo –ly também pode formar advérbios quando adicionamos a adjetivos.
Ex.:
Recently (recentemente) – do adjetivo “recente”
Easily (facilmente) – do adjetivo “easy”
Confidently – do adjetivo “confident”
Finaly – do adjetivo “final”
Noisily – do adjetivo “noisy”
Privately – do adjetivo “private”
Socialy – do adjetivo “social”

5. O sufixo – ive é acresecentado a verbos para formar os adjetivos correspondentes.
Ex.:
Destructive (destrutivo) – do verbo “to destry”
Relative (relativo) – do verbo “to relate”

6. O sufixo –worthy é acrescentado a substantivos para formar adjetivos significando “dignos de” ou “adequados a”.
O sufixo –like é acrescentado a substantivos para formar adjetivos, significando pessoas ou animais (às vezes objetos) “que parecem com” ou “que têm as características de”.
O sufixo –some é acrescentado a verbos ou substantivos para formar adjetivos significando “aquilo que causa, que provoca”
Ex.:
Praiseworthy (digno de louvor) do substantivo “praise”
Boxlike (parecido com uma caixa) – do substantivo “box”
Tiresome (aborrecido) – do verbo “to tire”

7. O sufixo –ous é acrescentado a substantivos abstratos para formar adjetivos.
Ex.:
Ambitious (ambicioso) – do substantivo “ambition”
Erroneous (errôneo) – do substantivo “error”
Virtuous (virtuoso) – do substantivo “virtue”

8. O sufixo –ed é acrescentado a substantivos ou grupos nominais para formar adjetivos significando “feitos de” ou “tendo a aparência ou as características de”.
Ex.:
Pointed (pontiagudo) – do substantivos “point”
Wooded (de madeira) – do substantivos “wood”
Blue-eyed (de olhos azuis) – do grupo nominal “blue yes”

9. Os sufixos –ed e –ing são acrescentados a verbos para
formar adjetivos. O primeiro significa “o que recebe a ação do verbo correspondente” e o último, “o que realiza a ação do verbo correspondente”.
Ex.:
charmed (encantada) – charming (encantadora) – do verbo “to charm”
frigtened (assustado) – frightening (assustador) – do verbo “to frighten”

NOTE:
Nem todas as palavras terminadas com –ed e –ing funcionam como verbo, no caso de palavras terminadas por –ed funcionam como adjetivos.
Ex.:
Described
Developed
Powered

Aquelas terminadas em –ing, além de atuarem como adjetivos, podem ainda atuar como substantivos:
Ex.:
developing country (país em desenvolvimento) – Adjetivo
shopping center (centro de compras) – Adjetivo
The illegal trafficking of women (o tráfico ilegal de mulheres) – Substantivo
Atomic testing (teste atômico) – Substantivo

10. O sufixo –ic, quando acrescentado ao substantivo, forma adjetivo.
Ex.:
Artistic (artístico/a) – do substantivo “artist”
Basic (básico) – do substantivo “base”
Rhythmic (rítmico) – do substantivo “rhythm”

III – Sufixos formadores de verbos
A formação de verbos por sufixação é relativamente pequena em inglês. Temos
os seguintes sufixos verbais:
1. –ify, que se acrescenta a substantivos e adjetivos.
Ex.:
Beautify (embelezar) – do substantivos “beauty”
Codify (codificar) – do substantivo “code”
Classify (classificar) – do substantivo “class”
Simplify (simplificar) – do substantivo “simple”
Humidify (umidificar) – do substantivo “humid”

2. –ize / -ise (alternativa ortográfica no inglês britânico), que se acrescenta a substantivos ou adjetivos.
Ex.:
Concretize (concretizar) – do adjetivo “concrete”
Symbolize (simbolizar) – do substantivo “symbol”
Legalize (legalizar) – do adjetivo “legal”
Popularize (popularizar) – do adjetivo “popular”
Computerize (computadorizar) – do substantivo “computer”

3. –en, que se acrescenta a adjetivos
Ex.:
Deafen (ensurdecer) – do adjetivo “deaf”
Lessen (minimizar) – do adjetivo “less”
Sadden (entristecer) – do adjetivo “sad”
Widen (alargar) – do adjetivo “wide”
Quicken (acelerar) – do adjetivo “quick”

Formação de palavras por prefixação
I – Prefixos Negativos
1. O prefixo un- significa “o oposto de”, “não”, quando é acrescentado a adjetivos.
Ex.:
Unable (incapaz) – do adjetivo “able”
Unsuccessful (mal-sucedido) – do adjetivo “successful”

2. O prefixo in- (il-, im-, ir-) também significa “o oposto de”, “não”, quando acrescentado a adjetivos. Ocorre com maior frequência com palavras de origem latina.
Ex.:
Indifferent (indiferente) – do adjetivo “different”
Illogical (ilógico) – do adjetivo “lógico”
Immovable (imóvel) – do adjetivo “movable”
Irrelevant (irrelevante) – do adjetivo “relevant”

3. O prefixo dis- torna igualmente negativos :adjetivos, verbos e substantivos abstratos.
Ex.:
Dishonest (desonesto) – do adjetivo “honest”
Disobey (desobedecer) – do verbo “to obey”

4. O prefixo non- pode ser considerado como correspondente à negação da palavra ou expressão.
Ex.:
Non-scientific (o que não é científico)
Non-sense (o que não tem sentido)
Non-smoker (a pessoa que não fuma)
Non-fat (a pessoa que não é gorda)

5. O prefixo a- normalmente significa “falta de”.
Ex.:
Acephalous (acéfalo)
Assymetry (assimetria)
II – Prefixos Reversativos

1. O prefixo un- significa “reverter a ação” ou “privar de”, quando acrescentado a verbos.
Ex.:
Unbutton (desabotoar) – do verbo “to button”
Undo (desfazer) – do verbo “to do”
Uncover (descobrir) – do verbo “to cover”
Unlock (destravar) – do verbo “to lock”
Undress ( despir) – do verbo “to dress”

2. O prefixo de- pode ser acrescentado a verbos ou substantivos abstrato significando “reverter a ação de”.
Ex.:
Defrost (degelar) – do verbo “to frost”
Devalue (desvalorizar) – do verbo “to value”
Declassify (desclassificar) – do verbo “to classify”
Decode (decodificar) – do verbo “to code”

3. O prefixo dis-, quando acrescentado a verbos, participios e substantivos, significa “reverter a ação” ou “privar de”.
Ex.:
Disconnect (desligar) – do verbo “to connect”
Disinfect (desinfetar) – do verbo “to infect”
Disappear (desaparecer) – do verbo “to appear”
Displace (deslocar ) – do verbo “to place”
Dissatisfaction (descontentamento) – do verbo “to satisfaction”
III – Prefixos Pejorativos

1. O prefixo mis-, quando acrescentado a verbos e particípios, significa que a ação é realizada, porém de maneira errônea.
Ex.:
Miscalculate (calcular mal)
Misundertood (interpretar mal)
Misjudge (julgar mal)
Mistranslate (traduzir de forma
incorreta)
Misinform (passar informação errada)

1.2 O prefixo mis- também é acrescentado a substantivos abstratos formados a partir dos verbos correspondentes.
Ex.:
Disbelief (descrença)
Misbelief (crença falsa,desconfiança)

2. O prefixo mal- é somado a adjetivos, participios, verbos e substantivos abstratos correspondentes, acrescentando a idéia de “erro” ao seu significado.
Ex.:
Malediction (maldição)
Malformed (deformado)
Malnutrition (subnutrição)
Malfunction (funcionamento defeituoso)

3. O prefixo pseudo- é acrescentado a substantivos e adjetivos, transmitindo a idéia de “falsidade”, “imitação”
Ex.:
Pseudo-intelectual (pseudo-intelectual)
Pseudo-scientific (´pseudo-científico)

IV – Prefixos De Grau Ou Tamanho
São prefixos que indicam grau ou tamanho: arch-, super-, out-, sur-, sub-, over-, under-, hyper-, ultra-,mini-Ex.:
Archbishop (arcebispo)
Outgrow (crescer além da conta)
Substandard (sub-nível)
Underprivileged (desprivilegiado)
Supernatural (sobrenatural)
Surcharge (sobrecarregar)
Oversimplify (simplificar demais)
Hypersensitive (hipersensível)
Miniskirt (minissaia)

V – Prefixos De Atitude
São prefixos que indicam atitude ou comportamento: co-, counter-, anti-, pro-.
Ex.:
Cooperate (cooperar)
Counteract (agir contra)
Antibody (anticorpo)
Pro-American (pró-americano)

VI – Prefixos De Lugar
São prefixos que indicam lugar ou locação: super-, sub-, inter-, trans-
Ex.:
Superintendent (superintendente)
Subconscious (subconsciente)
International (internacional)
Transplant (transplante)

VII – Prefixos De Tempo E Seqüência
São prefixos que indicam tempo e sequência: fore-, pre-, post-, ex-, re-.
1.O prefixo fore- é acrescentado sobretudo a verbos, podendo também se acrescentados a substantivos abstratos, significando “antes de”.
2.O prefixo pre- é acrescentado a substantivos (sobretudo para formar adjetivos), a verbos e a adjetivos, significando também “antes de”.
3.O prefixo post- é acrescentado a substantivos e
a adjetivos sobretudo para formar adjetivos.
4.O prefixo ex- é acrescentado a substantivos
que se referem a pessoa, significando “anterior”, “antigo”, “ex”.
5.O prefixo re- é acrescentado a verbos e
substantivos abstratos, significando “repetição”.
Ex.:
Foretell (prognosticar)
Premarital (antes do casamento)
Postwar (pós-guerra)
Exhusband (ex-marido)
Rebuild (reconstruir)

VIII – Prefixos De Quantidade

A língua inglesa usa prefixos gregos e latinos para expressar quantidade.
1. uni-, mono-, significando “um”.
Ex.:
Unisex
Unilateral
2. bi-, di-, significando “dois”.
Ex.:
Bifocal
Dichotomy
3. tri-, significando “três”
Ex.:
Trident
Tricycle
4. multi-, poly-, significando “muitos”
Ex.:
Multinational
Multiparty
Polygamy
IX – Outros Prefixos
Auto-,”de si mesmo”, “próprio”
Ex.: autobiography
Neo-,”novo”
Ex.: neo-classicism
Pan-,”todo”
Ex.: Pan-American
Proto-,”primeiro”, “original”
Ex.: proto-Germanic
Semi-,”meio”, “metade”
Ex.: semicircle
Vice-,”vice”: vice-admiral


(Acesso em 20/09/2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário